Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
21/12/2009 22:51:20 :: JOSÉ APRÍGIO DA SILVA.
*** BOAS FESTAS (REEDIÇÃO) ***

Bote a sua melhor beca aquela nova e faça a festança
Organize tudo o natal é renascimento não é só presente
Acredite em você no seu potencial e tenha esperança
Some, multiplique e faça uma divisão certa e coerente.

Festeje sem excesso no final é você quem paga a conta
Enriqueça o seu coração com mais luz, seja contagiante.
Sorria pra vida todos os dias, você é o condutor da festa.
Termine a sua festa com festa bata mui palmas e cante
Anime-se a vida não é uma festa, você pode fazer tantas.
Sonhe novos sonhos e procure ser o grande polivalente.

Boas festas a todos.

José Aprígio da Silva e família
Águas Lindas de Goiás/GO
Sexta-feira - 18/12/09 - 10h24

Meus sites de poesias:

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/japrisi
http://www.poesias.omelhordaweb.com.br/pagina_autor.php?cdEscritor=799
http://sitedepoesias.com.br/poetas/APRIGIO
 
21/12/2009 00:23:28 :: GORETTI ALBUQUERQUE


Natal de Luz! Meu Rei Jesus!

No frio de uma manjedoura
Nasce um “Menino” JESUS Divino!
Mãe sofredora sua genitora
Cruel destino, seu pequenino.

No mundo insano de desenganos,
Cresce o Menino ouve os ensinos
Um carpinteiro, pai companheiro
José temente do amor semente.

Entre os doutores fez opressores
Rei ao nascer quis padecer.
Foi perseguido sofreu horrores,
Doou sua vida sondou meu ser.

Filho de Deus se fez plebeu,
Morte de Cruz meu Bom Jesus.
Foi humilhado, crucificado,
Sei Pai no alto, Glorificado!

JESUS Menino JESUS Amor!
Tomaste as dores dos pecadores.
Eu te louvarei pela vida inteira,
Eu sou um ramo, “Vós” a Figueira.

Natal de Paz, Natal de Luz.
Hoje lembramos um Rei JESUS!
Que o mundo inteiro seja um celeiro
Do DEUS Menino o “Jardineiro!”
 
20/12/2009 22:31:38 :: GLÓRIA SALLES


“Seria tão mais simples”

Seria muito mais simples, se eu não perdesse o ar.
E os murmúrios não evidenciassem o estado ávido
Se me fosse indiferente tão dentro do meu o olhar
Onde originou meus sonhos, irrigou o chão árido.

Como ficar apática a este olhar sôfrego e intenso?
Como ser indiferente a compressão do teu abraço?
Se a conivência da saliva mantém o braseiro denso.
E em todos os vãos de mim, são tuas mãos que caço.

Seria tão melhor na fantasia dos versos permanecer
Não mais hospedar lembranças que volta e meia vem
Trazer confissões e deleites, ancorados neste querer.
Ofuscar esta inquietude que me transforma em refém

No ventre, borboletas inquietas querem o vôo perfeito.
Da textura, o calor da pele, minha cabeça em teu peito.

Glória Salles
21 outubro 2009
02h02min
 
18/12/2009 00:37:56 :: GORETTI ALBUQUERQUE


Autor(a)Goretti Albuquerque.

Como eu queria!

Como eu queria...
Que o mundo fosse somente alegria
Não ter que olhar os mendigos na coxia,
E que as crianças vivessem fantasias
Que seus sonhos não fossem a tirania!

Como eu queria...
Um sorriso na face do idoso
Mãos unidas em um gesto carinhoso,
E no abraço o respeito valoroso
De quem tanto lutou de jeito honroso.

Como eu queria...
Que as pessoas tivessem lealdade
E em seu peito sepultassem a falsidade
Semeando o Amor e a Amizade,
Livrando-nos da dor da crueldade.

Como eu queria...
Passar-te toda grandeza do meu peito
Do Amor de um Deus sem preconceitos
Ver o sol com a lua em seus efeitos,
De tua boca o perdão por meus defeitos.

 
17/12/2009 22:17:50 :: NILTON


um ser,
quando se faz de vitima
diante de um problema
ele começa a sofrer

se torna,
o problema, tão grande em sua vida
que ele nao consegue se conter

porem
quando se sente
superior ao ocorrido
ele consegue entender

que o problema
nao era tao dificil
e que ele
foi capaz de resolver

                                             Poema: enfrentado o problema             Autor: Nilton    17.12.2009          22:07hs
 
16/12/2009 11:13:21 :: HEIDY S K R


BOAS FESTAS !!!

Neste final de ano,
Em festa ficará nossos corações,
Comemorando com que amo,
Mesmo em recordações.
Nem todos estarão presentes,
Amigos e parentes,
Mas trocaremos em nossas mentes,
O afetos e as uniões permanentes.
Sejamos no futuro persistentes,
Para um mundo melhor diferente,
E que a paz dure para o sempre,
E a harmonia seja sempre constante.

Feliz Natal. E um 2010 contagiante.
 
13/12/2009 12:02:54 :: EFIGÊNIA COUTINHO


Efigênia Coutinho

Ver-o-Poema

Venha fazer parte deste Portal
clique ao link ou cole no seu navegador:
http://www.veropoema.net/interna.php?page=5&action=show&id=1221
 
13/12/2009 12:00:21 :: EFIGÊNIA COUTINHO


Teatro da vida
Efigênia Coutinho

A minha vida é derradeira peça
Que vai sendo vivida em vários atos
Com diferentes vidas e retratos,
Sempre sorrindo com sua esperança.

Com porte, não há mal venha vencer,
Cuido para não criar-lhe desavença.
Vou encenando todos estes atos
Desta nova etapa, reviver fatos.

Outras vidas deixarei na história,
Só desejo conter nesta memória
Os bons momentos aqui tão vividos.

Se neste novo ato, nova infância,
Se sendo de alva significância,
É a soma dos tempos já vividos...

Balneário Camboriú
Novembro 2009

http://www.veropoema.net/interna.php?page=5&action=show&id=1221

Venha fazer parte deste Site clique acima ao link
 
13/12/2009 05:40:20 :: O. STUDART


Tenho paz
e meu olhos
voltados para o belo.
Obrigado pelo carinho e
pelo círculo formado de luz
que encontrei aqui.
 
12/12/2009 17:08:53 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA


DUAS INDAGAÇÕES

1.
Deus, por que quando chove em demasia
A enchente só visita o favelado
Não chegando nem perto do abastado
Que tem sua mansão longe da via?

2.
E por que o natal que está chegando
Vem de - cima para baixo - na favevela
E como um furacão vai transportando
O sonho da menina na janela?

(...) ?


Luiz carlos de Oliveira
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.