Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
15/10/2010 14:34:11 :: Thay


Boas recordações

Por que não recordar das coisas lindas dos passado?
Porque não relembrar    do frio na barriga daquele beijo roubado,
Do amigo aloprado e
das festinhas de sábado?
Das reuniões dançantes    regadas com refrigerantes gelados...
Pizzas e pastéis de salgado,
Mais aquele bolo abatumado...
Sob os olhos dos pais, todos vijiados á dançar...
Aquele disco de viníl arranhado, com o tema da novela tocando naquela velha vitróla...
A famosa dança da vassoura que nos enfiava em grandes saias justas...
No meio da dança semi-pertada
Sempre vinha um encalhado com a vassoura atravessada ou até mesmo algum pai que não estivesse gostando de algum abraço avançado...

Uma flor enviada anônimamente pra alegrar os seu dia...
O tênis cano alto e    um corte pantera...
Uma saia balone e o cabelo trançado...
Um papel de bala que você guardou no meio do livro, porque a bala lhe foi presenteada do garoto mais bonito...

Porque apagar ou não lembrar de momentos tão belos de um passado vivido?

Relembrar o passado
Não é se tornar um múseo,
Mas sim em uma enciclopédia de momentos tão lindos...
Reviver o passado não é viver dele e sim saber que você teve momentos dignos de serem relembrados!

Viva o presente, sonhe com o futuro mas não esqueça de seu passado que lhe fora tão rico!
Fim

Thay B.(Tarlene Brito)
 
13/10/2010 00:55:26 :: Thay


Os loucos , invejosos e mentirosos

Como entender e perdoar os loucos?
Eles mentem o tempo todo, se fingem de vítimas, te agridem com palavras ofensivas, te desafiam para briga, te ameaçam, pensando que vão te por medo e se você cair nesta armadilha e revidar, pronto,ai sim é que eles fazem o maior barraco!
Gente doida e insegura, tentando te humilhar, tentando se passar por coitadinhos.
Mas na verdade eles se acham tão feios e inferiores que usam a agressão como forma de defesa, são o contrário de tudo o que eles admiram e gostariam de ser,no caso você!
Procuram desculpas pra te ofender por que são tão pequenos,que não são capazes nem de assumir o que fazem ou falam, quando você fica frente a frente com um deles, eles colocam a culpa de seus atos em outra pessoa, mesmo você sabendo que foi o própio louco o responsável por tal atitude, que não existe mais ninguém que poderia fazer isso ou aquilo.
Bom ai se tem duas opções, deixa o louco pensar que você acredita nele e mata a curiosidade dele respondendo as perguntas que ele te fára com certeza ou ignora e deixa ele ir pensando que tá te apavorando.
E é bom você saber também, que é bem melhor ser gordo,lindo e seguro de quem te ama, do que feio, infeliz e viver na aba de quem não esta nem ai pra você.
Então cheguei a conclusão, de       que entender vai ser dificil, mas       podemos perdoar, porque são tão covardes, inseguros e mentirosos, que se tornam dignos de pena!
É isso ai, perdoem, pois talvez eles nem saibam que um dia as mascáras caem e é ai que todos vão vêr quem é quem!E terão até aqueles que virão te pedir desculpas por terem acreditado no louco ou louca, tanto faz ,são todos iguais mesmo.

fim
Thay B.(Tarlene Brito)
 
11/10/2010 21:55:12 :: Thay


Doce Metamorfóse

Tudo começou + ou -em 1987, eu tinha 13 anos de idade, meu corpo estava mudando junto com minha mente, tudo era novidade, eu ainda era muito nova para ser uma adolescente mas também era muito velha pra continuar brincando de bonecas, minha mente estava confusa...
Eu via as meninas mais velhas namorando, saindo para as festinhas e coisa e tal...Eu queria ser como elas ,lindas e sensuais, mas meu corpo estava apenas começando a mudar e os garotos do colégio ainda nem me notavam, claro que isto não me impedia de nutrir sentimentos e sonhos bobos com eles, um em especial, ele era lindo, moreno, cabelos lisos e negros sua boca era ligeiramente carnuda,um sonho de garoto...
Mas assim que voltava pra casa e via minhas lindas bonecas em cima da cama me punha a brincar com elas, escondida com a porta do quarto fechada para que ninguém descobrisse o meu segredo.
Passado algum tempo começaram a vir as novas experiências, á melhor delas foi a do primeiro beijo, naquele tempo todas minhas colegas já ficavam, menos eu, pois não sabia beijar e morria de medo de tentar, não sei bem se a palavra era medo ou vergonha mesmo, acho que tinha um pouco dos dois sentimentos, vergonha por se BV(boca virgem) e medo de não saber fazer direito.
Os meus amigos eram muito prestativos, todos se ofereciam para resolver o meu pequeno problema, muleques safados.(risos)
Bom, não é dificil adivinhar que com o passar do tempo logo resolvi este probleminha, foi com um amigo bem gatinho, o nome dele era Sandrinho, no diminutivo       porque ele era bem miudinho mesmo. Tudo aconteceu numa esquina do bairro onde eu morava, em um final de semana, era noite e todos estavamos em um grupo de amigos sentados na praça conversando e rindo, como ficou tarde ele foi me acompanhar até a minha casa, quando chegamos na esquina, havia ali perto uma discotéca e podiamos ouvir a música lenta que vinha de lá, o nome da música que estava tocando era-Total Eclipse of the Heart , da cantora Bonnie Tyler-eu sabia o nome porque era e é uma música que eu amo de paixão, então ele veio em minha direção e eu pensei-"É agora ou nunca!"Uma noite estrelada de verão, com um gatinho lindo e tocando a minha música? Me deixei levar, e foi uma experiência linda, meu pimeiro beijo...Tirando a parte de que quase quebramos os dentes, porque acho que ele também não era um expérti em beijos(risos), mas logo tudo se ajeitou e o beijo foi se transformando em uma das minhas melhores lembranças.
Com o passar dos anos e o corpo já desenvolvido por completo, foram vindo as novas descobertas e novas experiências, o primeiro amor, novos amigos, primeira vez...Tudo a seu tempo e na dose certa.
Eu gostava muito de sair pra dançar, sózinha ou acompanhada, quando saía sózinha eu escolhia as festinhas de Belem Novo, quando acompanhada das minhas amigas nós escolhiamos o ITC, mais conhecido como Pedregulho, em ipanema, ali nós dançavamos e namoravamos muito.
Foram anos dourados.
Com o passar dos tempos fomos amadurecendo e cada um de nós foi       seguindo seu destino, tomando caminhos diferentes, alguns de nós em casais formados ali mesmo, outros foram formando casais com pessoas que não faziam parte daquele lugar. Alguns casais estão juntos até hoje, outros se desfizeram com o tempo, algumas pessoas já foram pro céu ou não...
Mas todas ficaram com as lembranças mais emocionantes que se pode ter, de uma época tão deliciosa como é a adolescência.
É uma pena que existam pessoas que não puderam curtir esta fase de suas vidas, que por algum motivo qualquer tiveram de amadurecer antes do tempo e virar adultos antes do tempo certo. Estes jamais vão entender das coisas e dos sentimentos que       eu escrevo aqui.

Fim.

Thay B.(Tarlene Brito)
10/10/2010
Viamão
 
10/10/2010 14:34:05 :: MARIO SANCHES MATILDE


Após o susto, lentamente, Omatilde está retornando com o seu Caderno no jornal



Caro leitor! Ufa! Ainda não estou em forma física, mas dá para escrever e fazer alguns cliques nos eventos. Sempre digo que meu trabalho é um lazer, um divertimento, um hobby, bem, é qualquer coisa menos trabalho, eheheh.

Estou afastado das minhas atividades por causa de uma cirurgia que eu tanto temia em fazer, a retirada de um tumor, na parótida. Mas fui muito bem atendido por uma equipe médica do Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho.

Dia 03/09, foi feita a cirurgia para retirada do tumor e uma parte da parótida, a maior das três glândulas salivares da face, que situa na parte lateral, abaixo e adiante do pavilhão da orelha.

Como não fiquei com as seqüelas previstas. Os médicos me liberaram para escrever e fotografar e não para trabalhar, eheheh.    Como é bom ser fotógrafo jornalista, escrever e fotografar são uma alegria, um divertimento e não trabalho, uauuu!

Agora é fácil brincar, mas passei uma fase terrível, depois disso tudo ainda aguardo o resultado da biopsia, mas o médico que fez a cirurgia disse: - “O xará (ele se chama Mário Feitoza) pelo conhecimento que tenho e pela aparência o tumor é benigno, mas temos que aguardar o resultado da biopsia. E você não ficou com a boca torta (risos), conseguimos preservar os nervos e músculos da face. Amanhã, domingo, eu passo pra lhe dar alta, vamos deixar o dreno mais um dia, ok?...”.

Falar o quê? E não é que as dez para as dez do domingo lá estava o homem de branco, com máscara, luvas e bisturi na mão: - “Pronto xará, vou cortar esse pontinho ai no seu pescoço e retirar a sonda... Agora pode ir - os outros pontos não precisam ser retirados, seu organismo vai absorvê-los - retorne ao ambulatório nas datas programadas”.

Saí de lá e fui comer Yakissoba lá na feirinha da Praça da Liberdade, Verdade! Será que podia? Bem, mal não fez, uauuu! Tava uma delicia... A Yakissoba!

Omatilde - DRT nº. 23528 - MTB nº. 38328
 
07/10/2010 00:32:23 :: ÉRWELLEY C. DE ANDRADE


“Quando a vida não der trégua para seguir em frente,
Não a empurre com a barriga,
Dê a volta e passe pela outra rua...
Pois às vezes dar trégua é a melhor decisão,
Já que lá na frente poderá novamente
Encontrar com ela, e então...
“Ela retornará por outro caminho para te dar passagem”.
 
05/10/2010 11:44:16 :: WILLIAN ARAÚJO SOUSA
O otimismo é a arte de driblar o pessimismo mesmo em circuntâncias adversas. É contagiante. Cuidado, pessimistas!!   
 
05/10/2010 11:41:29 :: WILLIAN ARAÚJO SOUSA
Perguntas de Homens Perdidos


                                                                 

Do que me vale a o amor se não perdoo?
Do que me vale o perdão se não amo?
Do que vale a benção se não abencoo?
Do que vale gritar se "nem" falo?
Do que vale o acordo se não tento?
Do que vale a chance se não a percebo?
Do que vale os porquês se nem sei por que vivo, se vivo, será, por quê?
Do que vale...?
Do que vale a fidelidade se nem sei como tê-la e o que representa?
O homem que esquece todas essas simples coisas jamais às entenderá! Sempre se fará essas perguntas que para eles não têm respostas
 
02/10/2010 10:44:18 :: DEVANIR NEVES PIRÓLLA


TA TUDO BEM...
TEM NADA NÃO!
UM DIA ENTENDERÁS
EU SÓ QUERIA LHE MOSTRAR
O CAMINHO DA SALVAÇÃO
MAS...TUDO BEM!!!

aut Devanir Pirolla
 
01/10/2010 13:55:08 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA


PARA A AMIZADE

Não há distância
Porque esta, de onde fica,
Manda a saudade suprir seu lugar,
Quando aquela é verdadeira.

Não há ausência
Porque esta denota falta, vazio,
E aquela, de onde quer que esteja,
Faz transbordar o coração.

Não há medo
Porque este, a sós,
Reveste-se de insegurança,
E aquela, que sempre se duplica, Contagia,
É segura feito rocha.

Não há presunção
Porque esta, no afã de exibir-se,
Vai se exaurindo com o tempo,
E aquela, com o tempo,
Solidificando-se mais e mais.

Não há falsidade
Porque esta, desnuda de base,
Transfigura-se em pó ao vento,
E aquela, inerente à vida,
Finca raízes sempiternas na alma...
 
29/09/2010 22:28:56 :: GORETTI ALBUQUERQUE


Ao Despertar...

Um novo dia vem
Com ele a bela aurora,
Pássaros gorjeiam em um vai e vem
Meu coração pulsando se enamora.

Já nasce o sol...
Raios em brilho e doces lembranças,
Renasce a vida apontando o farol,
Qual direção culmina a esperança.

E a chuva cai...
Em brancas gotas, frias e transparentes
Regando a terra e semeando vai,
Banhando a fauna, flora e nascentes.

Sai pelo mundo...
Procurando a delicada flor
Que a mão do homem tragou em segundos,
Sem seu perfume ela (flor) despetalou.

O véu da noite...
Trouxe o luar e a terra iluminou;
Soprando a doce brisa como açoite,
Bela paisagem, o verde ornamentou.

E a lua branca...
Compôs do amor com tal suavidade
Tomou a forma de uma criança,
Falou do amor, da paz e esperança.

Goretti Albuquerque
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.