Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
21/05/2011 21:43:28 :: LEOMÁRIA MENDES SOBRINHO


ROSA COMO EU

QUE MUTA EM DIVERSOS AMBIENTES

DEIXANDO TODOS CONTENTES.





ROSA QUE NEM VOCÊ

QUE AO MEIO ELEVA O PODER

PREPANDO O ESPAÇO PARA O FLORESCER.



ROSAS COMO NÓS

AMIGOS DO DEDILHAR

POEMAS E POESIAS CRIAR.



SOMOS FONTES EM ROSAS

QUE EXALAM E PERFUMAM DE RIMAS

AS AMIZADES, OS AMORES E AS SINAS.



AUTORA: LEOMÁRIA MENDES SOBRINHO

30/04/2011

 
20/05/2011 22:20:08 :: GORETTI ALBUQUERQUE


Crepúsculo    antecipado

E de repente não mais aparecia
No céu azul estrelas fulgurantes
O negro tom agora anunciava
A guerra fria era o triste cenário
Rompendo as belas contas de um rosário.

Ontem ainda eram crianças livres
Cheias de sonhos pássaros exuberantes
Pelas galáxias viajavam em bandos
Cantar    seu canto viver o encanto
Jovens    mancebos hoje agonizantes.

Corpos sedentos mentes em harmonia
Lábios em flor cantando a primavera
Iam montando o perfil da donzela
Banhando a aurora com o amor perene
Que mundo lindo aquele que quizera.

Belas manhãs cheirando ao doce orvalho
Era a passagem com belas mocinhas
Cantarolando insinuantes    riam
Deixando o peito dos varões em brasas
Hoje lembranças    dos jovens pracinhas.

Quanta amargura arremessando o peito
Trocado o riso ao ronco dos canhões
Enquanto os dedos apertavam gatilhos
A lágrima vinha encobrindo o brilho
Só rá tá tá, clareiras, explosões.

Pobres heróes tombados sendo números
Outros matando em nome da Nação
Choram sozinhos    e por obdiência
detonam    assiom seus próprios corações
Melhor seria ser mais um ao chão.

Quem sabe um dia um retorne à Pátria
Mentes sugadas e com alma sangrando
Ou multilados sem uma razão
À Guerra nunca pagará o preço
Das nobres vidas cobertas em pranto.

Goretti Albuquerque
 
20/05/2011 22:20:07 :: GORETTI ALBUQUERQUE


Crepúsculo    antecipado

E de repente não mais aparecia
No céu azul estrelas fulgurantes
O negro tom agora anunciava
A guerra fria era o triste cenário
Rompendo as belas contas de um rosário.

Ontem ainda eram crianças livres
Cheias de sonhos pássaros exuberantes
Pelas galáxias viajavam em bandos
Cantar    seu canto viver o encanto
Jovens    mancebos hoje agonizantes.

Corpos sedentos mentes em harmonia
Lábios em flor cantando a primavera
Iam montando o perfil da donzela
Banhando a aurora com o amor perene
Que mundo lindo aquele que quizera.

Belas manhãs cheirando ao doce orvalho
Era a passagem com belas mocinhas
Cantarolando insinuantes    riam
Deixando o peito dos varões em brasas
Hoje lembranças    dos jovens pracinhas.

Quanta amargura arremessando o peito
Trocado o riso ao ronco dos canhões
Enquanto os dedos apertavam gatilhos
A lágrima vinha encobrindo o brilho
Só rá tá tá, clareiras, explosões.

Pobres heróes tombados sendo números
Outros matando em nome da Nação
Choram sozinhos    e por obdiência
detonam    assiom seus próprios corações
Melhor seria ser mais um ao chão.

Quem sabe um dia um retorne à Pátria
Mentes sugadas e com alma sangrando
Ou multilados sem uma razão
À Guerra nunca pagará o preço
Das nobres vidas cobertas em pranto.

Goretti Albuquerque
 
18/05/2011 01:53:49 :: LIANE ROCHEK


cONVITE A TODOS OS PERTICIPANTES DO MELHOR DA WEB
 
18/05/2011 01:28:55 :: EDUARDO A. SOARES
DARTE-EI UMA ROSA VERMELHA

Apaixonamo-nos na infância
Tu moravas na cidadezinha
Lá no vale próximo a igrejinha
Onde rezávamos minha princesinha!

No alto da colina eu vivia
Num pequeno casebre eu residia
E toda a natureza me sorria
Transmitindo-me paz e harmonia!

Nas missas dominicais nos conhecemos
Juntinhos no mesmo banquinho nós oramos
Crianças ainda nós flertamos
E beijos escondidos nós trocamos!

Dar-te-ei uma rosa vermelha
Simbolizando minha sedução
Será apenas uma centelha
Da força da minha paixão!

Não desejo apenas teu coração
E nem quero tua dor por solidão
Quero-te ao meu lado sem restrição
Vivendo uma eterna paixão!

Autor Guerreiro da Luz-Edu Sol
Eduardo A.; Soares (06l37261700)
 
12/05/2011 20:48:38 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
13 DE MAIO - DIA DA ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA

         I
A escravidão não foi só
O domínio do forte sobre o fraco,
Do rico sobre o pobre,
Do poderoso sobre o indefeso.

Não foi só
Questão de supremacia
De raça,
De cor,
De dinheiro.

Não foi só
Expressão de soberba,
De injustiça,
De calculismo,
De desumanidade.

Não foi só
O mais torpe degrau
Da cegueira humana,
Da pequenez da alma,
Da miséria interior.

Foi também, evocando Zumbi,
A certeza de que,
Dentre os valores mais caros,
Nenhum suplanta o do anseio
À liberdade!

         II

A igreja pediu perdão ao escravo
Por sentir-se constrangida!
Mas, para que perdoada seja,
Faz-se preciso mais do que isso.
Há que lhe restituir a vida
- Levianamente ceifada -
E assumir o compromisso
De que ela será respeitada
- Aqui na terra e no além -
E entender, definitivamente,      
Que o negro, o pobre e o indigente
São gentes também!
 
10/05/2011 22:24:38 :: EDUARDO A. SOARES


DUETO “ILUMINADA” DE Mary May e Guerreiro da Luz-Edu Sol

Quero flores no jardim
belas noites de luar
quero o cheiro de jasmim
e alguém para eu amar.
Olhar através do tempo
as folhas que voam ao vento
e esta sede saciar.

O jardim já está florido,
Jasmins estão a embelezar
No ar o seu perfume
Podemos inalar.
No céu é lua cheia
Com estrelas a brilhar
Meu coração de amor
Em tuas mãos vou depositar,
Se a ele deres valor
As folhas voarão ao vento
E tua sede eu vou saciar.
 
01/05/2011 09:39:12 :: RICARDO DE BENEDICTIS


CONVITE PARA ANTOLOGIAS - Com o sêlo da Apolo - Academia Poçoense de Letras e Artes (www.apoloacademiadeletras.com.br) estamos publicando a ANTOLOGIA ESCRITORES BRASILEIROS 11ª EDIÇÃO e a antologia 7 ESTRELAS DA POESIA - 3ª EDIÇÃO. As inscrições estão abertas para Poetas, Contistas e Cronistas na primeira e apenas para Poetas, a segunda, Sete Estrelas da Poesia. Ambas serão lançadas na BIENAL DO LIVRO DA BAHIA - no stand da Câmara Bahiana do Livro. Os interessados devem escrever para Ricardo De Benedictis - e-mail: mrbenedictis@yahoo.com.br e terão detalhes de procedimentos. As inscrições est~~ao abertas atéo dia 20 de maio corrente.
 
24/04/2011 11:31:47 :: FÁTIMA ABREU


ESSE É O MEU LIVRO DE CONTOS VARIADOS, QUE VÃO DESDE MISTÉRIO, ROMANCE, FANTASIA, ATÉ FICÇÃO CIENTÍFICA E HUMOR...

LINK PARA COMPRAR:
http://www.clubedeautores.com.br/book/43536--Contos_de_Encanto
 
24/04/2011 11:30:17 :: FÁTIMA ABREU


ESSA É A CAPA DO MEU LIVRO DE CONTOS ERÓTICOS.
http://www.clubedeautores.com.br/book/43201--LANA_DIANA_REBECA__E_OUTRAS


PARA COMPRAR COM CARTÃO OU BOLETO BANCÁRIO, SIGA O LINK.
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.