Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
10/11/2011 11:06:48 :: GORETTI ALBUQUERQUE




                          

Vôo de um Pai Poeta.(in memoriam)

Venho hoje buscar no abraço
O calor de um ombro e um colo de amor.
Quando escrevo compondo eu disfarço
E o escuro ilumina sarando essa dor.
Quanto tempo calada e falando eu estava
Quando o peito dizia em batidas freqüentes
Foi a forma encontrada por eu desejada
Com os elos das horas montei às mais duras correntes.
Quais correntes das bravas nascentes
Eu olhava meu rio a correr, a passar
Fui a gota de outras sementes
Pranteando e olhando um poeta voar.
Quando à espessa camada surgia e cobria
Todo o brilho de um olhar, que nasceu e viveu entre versos prosas
Minha mente montava mosaicos de alguém que partia
Deixando-nos um legado de amor e atitudes honrosas.
Do poeta de falas e frases pensadas,
Sou um galho, pequena vertente.
Vou crescer pra de um Pai eu poder mais dizer
Que o cometa era um homem franzino de mãos calejadas
Tinha à luz do saber, tinha um muito de Deus em seu Ser!

Goretti Albuquerque
 
05/11/2011 15:33:23 :: CLAUDIA NUNES
 
05/11/2011 15:33:09 :: CLAUDIA NUNES


Amo você

Amo sentir meu corpo vibrando
Meus pelos eriçando
Meus mamilos túrgidos
Pelo toque dos seus lábios na minha pele

Amo esse jeito engraçado
Meio estabanado
Quase caricato
De demonstrar quando me quer

Amo tua voz macia
Que vibra nos meus ouvidos
Que me xinga e me elogia
Quando me chama de tua mulher

Amo esse homem
Que me completa e me alucina
Que na minha vida é uma sina
Mas que me quer como nenhum outro
E a quem eu quero como um todo
 
05/11/2011 14:29:56 :: GORETTI ALBUQUERQUE
Manhã de Outubro (em memória)

A névoa pouco a pouco cobria teu olhar
Era manhã de outubro de um Céu azul composto
Em um quarto de hospital como teu lar
Teu corpo descansou sereno era teu rosto.

Qual águia mensageira alçou teu vôo
Sobrevoando o topo da colina
Teu Anjo Gabriel suave canto entoa
Ao som de mil trombetas entre a neblina.

Fizeste o bem olhando ao teu redor
Sorriste ao teu irmão com zelo e amor cuidou
Deus te secou da face tua lágrima e teu suor
No Céu receberás todo o bem que plantou.

Quando na mocidade eras sagas
De alma brincalhona sempre uma meninona.
A tantos comoveu com riso e paz
Teus rastros ficarão em brilho que desponta.

Esquece teu calvário aqui na terra
Vivemos teu sofrer tua resignação
Uma saudade imensa ainda dilacera
Ao Pai te entregamos na dor e em oração.

Contempla o paraíso e leva teu sorriso
Brinca com o Arcanjo em doce canto
Tua marca na história será sempre o teu riso
Repousa com “Maria” e o Céu seja o teu manto.

Vai tia Rita, com bênçãos infinitas e paz em teu semblante.
Viaja a Via Láctea e brilha lá distante
Daqui da terra oramos, Cometa exuberante.
Tua saudade é um canto presente a cada instante.

Goretti Albuquerque.
 
17/10/2011 23:12:31 :: LENWICK SOUSA DE OLIVEIRA


Moça,
Você tomou a minha cabeça
fez com que não lhe esqueça
diz que sonha comigo
e que de mim quer carinho.

Me escondo
persegue-me por onde esteja
se levo um tombo
ajuda por menor que seja.

Mas, um dia a paciência termina
e digo o quanto lhe amo
Linda!!!
 
04/10/2011 23:02:47 :: DAYANE SILVA DE CARVALHO


O amor... enfim um "bad boy"!

O ser humanto é mesmo um bicho gozado... Queremos o amor, tanto quanto o negamos! estranho isso né... é mais do que paradoxo... isso é totalmente insano! Travamos uma luta, uma verdadeira guerra, nos cercamos de todas as armas possíveis e impossíveis para mantermos o amor bem longe de nós e quando ele tenta se aproximar é um inferno! Negamos com todas as forças da nossa alma e, infelizmente (ou não), ele acaba sempre levando a melhor e já sabemos, bem no fundo do tal inconsciente, que levaremos a pior nessa.
No início ele finge (e nisso ele é um mestre) e parece ser o verdadeiro "paraíso"! Acamos por ceder à uma doce ilusão (e como é doce!) que toma conta de todo o ser, ele nos leva a lugares mágicos e nos faz adormecer num sonho do qual não queremos acordar nunca! Dizemos coisas e fazemos coisas que a própria razão desacredita! Nos apaixonamos e nos entregamos e acreditamos do fundo do nosso ser que aqueles momentos serão eternos! Doce doce doce, mil vezes doce ilusão!
É justamente no auge da felicidade que o amor tem o prazer de te fazer acordar daquele sonho delicioso. E não pense que irá te acordar aos poucos não! Não mesmo, ele te sacudirá aos berros, te derrubando da cama, irá jogar suas coisas pela janela antes mesmo que você esteja totalmente acordado! Derrepente você se vê nu, sozinho, no meio da rua, sem eira, nem beira, nem endereço e, em muitos casos, sem dinheiro também! você nunca terá sentido uma dor que possa ser, se quer, comparada com aquilo! É uma dor que rasga sua garganta, faz explodir cada artéria do seu coração, uma a uma... é uma dor que faz sair pelos seus olhos cada gota de sangue que corre em suas veias... uma dor que faz tua alma querer não pertecer mais a esse mundo cruel e ingrato!...
Felizmente (ou não) existe o tempo e todo esse tormento um dia acaba indo embora e você, felizmente (ou não), continua vivo... Aos poucos o tempo se encarrega de te devolver a alegria de viver e você promete para si mesmo que nunca mais irá cair na armadinha, que está vacinado, que aprendeu a lição, que está mais maduro, experiente, e blá blá blá... mais mil vezes doce ilusão!... Mais cedo ou mais tarde, ele se aproximará novamente, no momento oportuno, da forma oportuna, você vai novamente resistir até o último segundo... em vão!! Nunca duvide da sua astúcia, porque ele vai sempre levar a melhor e você, por mais que resisista, inevitavelmente, sempre acaba levando a pior!
O mais engraçado de tudo isso é que, desde criança, aprendi que o amor tem a ver com coisa boa, com felicidade, com harmonia, com realização... Só se esqueceram de me ensinar que o amor também tem a ver com sofrimento! O amor é algo que corrompe e perfura cada milímetro da nossa alma e, mesmo sabendo disso, não vivemos sem ter amor, sem sentir amor e sempre que somos convidados por esse "bad boy" acabamos sempre arriscando nossas vidas apenas para viver momentos de intensa felicidade e que são "pra sempre" enquanto durarem!
 
30/09/2011 18:56:39 :: J.M


Descubra os versos em mim escondidos para vos,
Descubra as minhas faces em ti,
Sinta essa emoção escondida, viva!
Siga, sinta, seja não seja,
Descubra a tua face escondida em nossos delírios,
Descubra seus versos, e amor jamais será uma dor desde que seja vivido,   
Descubra o sentimento mais oculto da alma, sinta-me em mais pura calma,
Sonhe! Realize,cresça, siga as batidas
Sinta a sintonia, me faça sentir, me faça sonhar, realize-me, me faça crescer, me traga a sintonia... Faça-me entregar os mais puros sentimentos a ti, me faça gritar, me faça temer, me faça tremer, sorrir e chorar, me realize como desejar, mas assim de tudo me faça amar...
   J.M
 
23/09/2011 02:27:46 :: GEANE MASAGO
Um quadro completo

Um quadro completo

Da tua boca
quero céu.

Do teu toque
o peso.

Da tua pele
o suor.

Do teu reino
a moradia.

Do teu coração
o habitat.

Do teu sonho
o intenso.

Do teu libido
o fogo.

Do teu lábios
o gosto.

De voce
o meu reflexo.

Isso, é tudo
o que mais quero.
Geane Masago
 
22/09/2011 09:53:36 :: Juliana K.
Preciso admitir que não escrevo mais como antes e você é culpado.
Mais eu também tenho uma justificativa pra isso: Eu escrevo melhor quando eu    estou triste. E como será agora que você me faz tão feliz?
 
20/09/2011 17:37:28 :: MARCELO DE OLIVEIRA SOUZA,IWA
      VII CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS      
                                          (inscrições de 10 de agosto até 20 de dezembro de 2011)

Realização: http://marceloescritor.blig.ig.com.br
Apoio: Academia Cabista de Letras,    Artes e Ciências ; União Brasileira dos Escritores/BA; Revista Artpoesia

Com o objetivo de estimular poetas de todo o Brasil e de países de Língua Portuguesa, o concurso premia os melhores trabalhos, comprovando o sucesso com sua 7ª edição.
Os interessados devem enviar uma única poesia, tema LIVRE (digitada ou datilografada) inédita sob pseudônimo, em duas vias, dentro de um envelope maior. No envelope menor, deverá constar a ficha de inscrição que deverá ser criada pelo autor, com    o nome, endereço completo, idade, profissão, escolaridade, título da poesia, pseudônimo, telefone, e-mail (se tiver), comprovante de depósito de R$ 8,00, em nome de Marcelo de Oliveira Souza, conta poupança BRADESCO : No 5920 digito 0 Agência 3679 digito 0. Não se esquecer de dizer como tomou conhecimento do concurso e se já participou de outras versões.
Obs: Não aceitaremos poesias por e-mail; menores de idade podem participar desde que seja com a autorização dos pais.
Formas de pagamento:
• Em espécie junto à ficha de inscrição (envelope menor)
• Depósito Bancário ou transferência de conta
• Fora do país o equivalente a 5 dólares ou    euros.

RESULTADO: Dia 20 de janeiro de 2012

No site http://marceloescritor.blig.ig.com.br       por e-mail, para quem enviar o endereço eletrônico e por carta para quem não tiver e-mail.

1°lugar: Troféu + certificado    + Livro Cartas ao Presidente Lula + Revista Literária
2o lugar: Certificado + 1 PEN DRIVE 4GB    + Livro Conto & Reconto + Revista Literária
3o lugar: Certificado    + 1 PEN DRIVE    4GB + Revista Literária
4º e 5º Lugares: Certificado    + Revista Literária
Menções Honrosas: Uma    para o autor nacional juvenil, menores de idade; outra para
o    autor internacional;    cuja premiações    serão:    Juvenil Nacional: certificado + Revista literária    ; Internacional: certificado    + Livro Conto & Reconto + Revista Literária
Todos os vencedores do concurso terão seu trabalho publicado no site www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net e na revista Art Poesia
Contatos: marceloosouzasom@hotmail.com e celular 71-81553677          Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?origin=is&uid=7443555686771239313
Enviar carta registrada para:
VII Concurso literário: Poesias sem Fronteiras
A/c escritor Marcelo de Oliveira Souza
Conjunto Edgar Santos Bloco 14/204
Engenho Velho de Brotas    Salvador    Bahia    BRASIL CEP 40240-550
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.