Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
05/02/2012 19:18:06 :: LEOMÁRIA MENDES SOBRINHO


MUITA EMOÇÃO


SABER TRANSMITIR COM VERDADE
OS SENTIMENTOS DA ALMA
CONTAGIAR COM LEALDADE
TODA A PAZ DE UMA AMIZADE
É MUITA EMOÇÃO QUE ACALMA.

ESTRELAS QUE BRILHAM POESIA
TRANSFORMAM AUSÊNCIA EM SAUDADE
DESCREVEM COM TREMENDA TEIMOSIA
A LUZ QUE SE DESPRENDE COM FACILIDADE
DESTE ASTRO QUE SE CHAMA POESIA.





AUTORA: LEOMARIA M. SOBRINHO
 
05/02/2012 19:17:05 :: LEOMÁRIA MENDES SOBRINHO


 
05/02/2012 19:16:22 :: LEOMÁRIA MENDES SOBRINHO


 
05/02/2012 19:15:26 :: LEOMÁRIA MENDES SOBRINHO


 
03/02/2012 06:39:34 :: DALMO DE FIGUEIREDO ARRAES


Sobre as sacolinhas...
...Os grandes supermercados disseram que vão repassar aos clientes o percentual economizado por não distribuírem as sacolas plásticas. É mais uma jogada disfarçada de “Ecológica” para criar nova despesa e minguar ainda mais o salário do humilde trabalhador, que agora tem de comprar também sacos para embalagem . Engana que eu gosto!
“Quem vende tem de embalar, e com material limpo, não caixas usadas”.
Governo e empresários pensam que somos idiotas!
 
23/01/2012 17:51:05 :: EUNICE CANINI


REAL!

Vejo a mulher indigente,
E uma barriga crescendo
Sem ligar se dentro dela
Há uma vida se fazendo

Vejo a mulher a chorar
Como se visse num sonho
Uma vida a crescer
Em meio ao meio tristonho.

Vejo a mulher a beber
O cálice do destino
Para poder esquecer
De uma vida a caminho

Vejo a vida nascida
Em meio ao desamor
Sem preparo,sem amparo
Seu mundo será de dor

O pai ,a mãe dessa vida
Se perdem na imensidão
De vidas assim perdidas
No escuro da solidão

E em breve essa vida triste
Engrossará multidão
De mãozinhas estendidas
Clamando um pouco de pão...............


nicecanini
 
23/01/2012 17:48:14 :: EUNICE CANINI


OLHARES!!
Quando meu olhar olhou o seu,
se perdeu;
numa abstrata comtemplação
numa suave abstração
azul ,a inundar meu coração
Como se eu já soubesse
como se eu , quisesse,
como se escolha, eu tivesse
foi como esperada messe
feito prece.
Seu olhar,me perdeu
no desejo de ser sua
de me mostrar nua e crua
sob. o domínio do encanto,
quase um canto!.
...E eu, quis lhe mostrar a lua
quis ser parte do seu tempo,
quis ser nesga, do seu céu
quis ser as horas do seu dia
tecer uma poesia
silenciosa e vadia,
que te tocasse a alma
que lhe falasse de calma
que lhe mostrasse a ternura
que invadia a alegria pura
de pra voce , me entregar
só pra morar nesses olhos
nesse lago de candura
que teima em querer me olhar

nicecanini
 
23/01/2012 17:45:54 :: EUNICE CANINI


PAIXÃO
Sou parte de ti , quando me olhas;
me vejo no doce caminho de voce
ilumina-me com beleza tangente
feito canção em céu de abril
acordes silenciosos
de caudalosa paixão
Meu coração anseia seu intenso amar
quase um mar
onde o amor me dissolve.
Meu desejo pousa em suas mãos
e nada contém a tempestade
avassaladora de ternura
que derramas em meu ser
intenso amor...
quase dor;
voce me integra nesse olhar
que dorme em meus sonhos
com arroubos de primeira vez
e eu,
torno-me parte de ti,
quando me olhas com desejo
sem pejo
sem começo
sem fim
ai de mim!!
nicecanini
 
23/01/2012 17:30:49 :: EUNICE CANINI


Eu quero um dia branco.
Olhos molhados de paz
suas mãos tocando a minha.
Quero seu doce carinho
incendiando o caminho,
num dia branco de paz
olhos em sombras de portos
corpos perdidos no cais
calmaria,vendavais....
essa brisa saciante
que a sua boca me traz
homem de doces tormentos
fonte de amor dos meus ais!...
nicecanini
 
22/01/2012 19:08:54 :: EUNICE CANINI


Corrupção!
Voce me corrompe;
me inrrompendo feito vendaval
tão doce, quanto mal.
Conheces minha tara por seu sorriso
meu desejo por sua posse
sabes o quanto sou de entregas
quando sua pele na minha, esfregas
temperando meu afã
me consumindo como febre terçã
com sabor de querer mais
atiçando, buscando meandros
queimando meu corpo
labaredas por todos os cantos
pervertendo a paixão
subvertendo os encantos.
Voce me corrompe,
com seu gosto canela
inebriante como flôr na janela,
amplidão de vontades
perdição em desejos ermos.
Anseio olhar os teus olhos
que me despem assim,
perigosamente ternos.....
nicecanini
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.