Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
25/01/2009 01:42:40 :: IBERNISE


AMOR, TU ÉS...*



No jardim alegre do coração
Está o amor, a mágica da fé,
Onde a poesia é pura emoção,
Universo doce, como você, é...

Transpondo espaço e tempo
Se explica como beleza e vida.
Arde, é chama, cicia ao vento,
Conta segredos da alma viva...

Sou acalanto a ti meu querido...
És histórias de gnomos, fadas...
No encanto duradouro da lida
Tu és elo de correntes trançadas...


Ibernise.
Indiara (GO), 24.05.2008.
Poema Inédito nesta data.
Núcleo Temático Romântico.
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998.
By Ibernise
Publicado no Recanto das Letras em 24/05/2008
Código do texto: T1003305
 
24/01/2009 18:58:54 :: FER FONTES(Cöllyßry)


O ventre,
Sobre o qual te dobras
E tentas esconder,

É o mesmo que doas
Em laivos de prazer,

Sempre que meus lábios
Te tocam num frenesim de paixão...


Fer Fontes
 
24/01/2009 11:49:23 :: MANOEL SERRÃO DA SILVEIRA LACERDA


SÃO TOMÉ DAS LETRAS - A "MISSÃO" - VI MIL OVN´S CRUZANDO O CÉU EM VELOZ ROMPANTE [SerrãoManoel]

Em fevereiro de 1987 após ter sido adotado pela cidade mineira de Juiz de Fora um certo dia recebo um raro convite para integrar uma "missão" em que o objeto e o foco a ser investigado seriam uns ninhos de ovn's [objeto voador não identificado], no popular, discos voadores". Sendo assim em face do tema sempre despertar curioso interesse, divagações, especulações, etc., mormente, animado com a possibilidade de passar uma semana acampada e conhecer definitivamente as alturas e mistérios que rondavam, assim como admito que rondem até o presente momento a mística São Tomé das Letras, encravada no cume d'monte outeiro, entre 1600 a 1800 metros de altitude, formamos uma caravana de "estudo” e "pesquisa" afim
de desvendar os segredos que a montanha guardava silenciosamente para o universo, tal como a conexão que havia em relação à cidade de Machiu Pichu no Peru.

Nossa intenção era descobrir um ninho de discos voadores. Tudo se acertara na noite anterior. São Tomé das Letras seria o nosso próximo deleite e minha primeira experiência nas montanhas das gerais. Nossa caravana visitou pelos menos duas dessas cidades - São Lourenço [porque um dos pneus [alguns lisos, outros no arame] da Kombi "zero km" furou e São Tomé das Letras [na qual chegamos ao cume alto da montanha por volta + ou - das 03h da madrugada, isto é, partimos de Juiz de Fora + ou - às 11hs da manhã do dia anterior, portanto, 16 horas de lida, empurrando a velha Kombi montanha acima carregada de duas grandes barracas e uma menor para acampamento, além é claro de 10 (dez) pessoas abordo, e todo tipo de tralha. A viagem foi longa e cansativa, mas divertida.

Na manhã daquele dia acabamos tomando contato com as Teorias da Eubiose. Contudo, apenas contato de forma muito superficial já que os seguidores e adeptos da "seita" se negam a falar sobre a mesma, suas crenças e mistérios.

Nos moldes e de acordo com os ensinamentos disseminados por uma "Confraria do Norte da Índia       e Oeste do Tibet", onde possivelmente seriam. Preparados homens para um novo tempo, um novo ciclo evolutivo que deveria ocorrer lá por volta de 2005. Ocorre que até o presente momento [já rompemos 2009 e nada...nadica...], salvo engano, absolutamente nada aconteceu, pois não se tem qualquer notícia de que os "escolhidos"       tenham dado o ar da graça. Proclamam ainda que surgirá na Terra um profeta [personagem] da mesma essência espiritual que deu vida a outros avataras, como por exemplo: Jesus, Buda e Krishna.

Os membros da Eubiose acreditam que o esperado profeta, assim chamado de o enviado do Terceiro Milênio       adotará o nome de Maitreya, no qual terá acesso uma Civilização de Escol, liderada por um Superior Avatara Maitreya.

Os seguidores da Eubiose acreditam piamente na existência de duas cidades subterrâneas - Duat e Agastha - urb's avançadas tecnologicamente, e remanescentes de Atlântida, assim como, acreditam também na existência de um mundo subterrâneo muito conhecido desde       priscas eras, havendo inclusive passagens bíblicas do fato, ex-vi livros       de Êxodo, Isaías e no Apocalipse.

É relevante destacar que para os crentes na teoria sob comento, Duat e Agastha desvendariam muitos mistérios. O primeiro e principal deles seria quanto à origem dos discos voadores. Afirmam de forma taxativamente que os discos noticiados até hoje em "visitas a       terra" não viria de Marte ou Vênus, e sim do centro desta, já que os iniciados desses dois grandes centros conheciam os segredos da navegação cósmica.

São Lourenço, é a maior cidade do "Sistema Geográfico", já       São Tomé das Letras, é isolada de tudo e de difícil acesso, situada a mais de 1600 metros de altitude trata-se de uma pequena cidadela que não consegue entender seus próprios mistérios. Em São Tomé das Letras não existe terra, só há rochas e imensas grutas com desenho rupestre de um foguete numa plataforma de lançamentos, e muitas lendas em longas noites de escuridão, quando não havia eletricidade.
           
Finalmente, a Teoria do Terceiro Milênio sustenta-se na "missão", a ser revelada quando a maior parte da Terra for destruída por água e fogo. "Missão" essa, que ninguém sabe esclarecer, pairando no ar mistérios a quem só serão revelados aos que conhecem aquela montanha de pedra em suas alturas, e decerto, quem viver! Verá!

Missão cumprida.

 
24/01/2009 09:43:07 :: ALEXANDRE BRUSSOLO
Aproveito aqui para convidar a todos para participar da minha comunidade Poesia à Silvana.
 
24/01/2009 09:37:19 :: ALEXANDRE BRUSSOLO


      É engraçado as coisas da vida, quando armazenadas em nossa mente se tornam tão fáceis e cheias de poesia.
      Ah! Poesia, seria tão bom se todas as coisas fossem dotadas de poesia. A poesia é mágica, é o vagar do pensamento nas notas das melodias clássicas.
      Se todas as coisas da vida que ficam armazenadas em nossa mente viesse à tona a vida seria muito mais fácil admitamos. O pensamento é o milagre do ser humano, ele idealiza, sugere e torna a ilusão quase possível. A vida idealizada, longe dos toques impuros da humanidade, como os Românticos que idealizavam sua mulher, anjos, deusas, imaculadas dentro de sua idealização.
      Como tornar o ideal real no mundo em que vivemos , se quando acordamos nos deparamos com um mundo crue, violento e sem respeito.
      A idealização é boa, lava a alma e lhe dá uma certa tranquilidade espiritual, revigora o corpo para enfrentar o mundo real, ainda bem longe do ideal.
      Este mundo ideal focalizado em nossa mente é um mundo de encantos, tudo é perfeito, tudo se encaixa perfeitamente. Quando retornamos à realidade, percebemos que tudo aquilo que idealizamos em nosso subconsciente, não existe, é pura e simplesmente fruto de nossa idealização, de nosso sonho.
      É quando percebemos em que mundo vivemos, em que mentiras nos envolvemos no dia a dia. Ora, se preferimos o mundo de nossa imaginação, é porque o mundo real não está dentro de nossos planos, pois vivemos num mundo mentiroso, pois o que realmente queremos é o que está em nosso subconsciente, onde ninguém pode tocarou destruir, é o mundo particular de cada um.


Alexandre Brussolo (sem data)
 
24/01/2009 09:17:11 :: Godinho@Godinho


VOCÊ É O MEU PARAÍSO

A lua...

É linda,
Mais ainda é seu olhar,
Quando me olham nos olhos,
Momentos após me beijar...

As estrelas...

Brilham em noites de luar,
Iluminam o paraíso,
Mas longe de se comparar,
Com o brilho do seu sorriso...

O ar...

É o sopro da vida,
É algo em que me inspiro,
Mas você,minha querida,
É o ar que respiro...

O mar...

É puro encanto,
Mas as ondas no entanto,
Se quer molham meu rosto,
Como molha,o seu pranto...

O sol...

Aquece,é imponente,
Mas não como seu coração,
Que aquece a alma da gente,
E incendeia a nossa paixão...

A fonte...

Lugar dos desejos,
Recanto de encanto e frescor,
Tens água com sabor de beijo,
Mas você tem o cálice do amor...

As pedras...

Marcaram o encontro,
Onde tudo começou,
Mas seu amor no entanto,
Foi o que perpetuou...

A flor...


Exala o perfume,
Exibe sua bela cor,
Mas de ti tem ciúme,
Pois você tem a essência do amor...

A voz...

É suave e pura,
Mas não tem emoção,
Nem encanto,nem doçura,
Como a voz do seu coração...

Você...

Anjo...Vida...Natureza...
É tudo o que eu preciso,
Encanto,magia e beleza,
“Você é o meu paraíso”...

by:Godinho@Godinho
 
24/01/2009 02:52:36 :: FER FONTES(Cöllyßry)


Corpos suados engalfinhados...
Grunhidos entrelaçados com gemidos...
Carícias que deixam sulcos de unhas na pele...
Palavras sussurradas imperceptíveis...
Olhares de ódio e êxtase...

É isto um acto de amor...
Ou, um medir de forças em que não há vencedor nem
vencido?...

Une o desejo com a ternura...
O tempo que reúne
O dar e receber...

O sussurro das palavras doces...
O olhar de êxtase que nada vê...
A carícia suave e meiga...

Falta o quarto tempo na valsa...


Fer Fontes




 
23/01/2009 23:07:15 :: MANOEL SERRÃO DA SILVEIRA LACERDA


GENESIS [SerraoManoel]

No princípio Deus criou a terra...
Crente Deus que era bom... disse: Façamos o homem, os cientistas + a bosta da partícula de bóson.

Êta! É pêta Peter Higgs.
Êta! É pêta George Smoot.
Êta! É pêta Max Planck. Êta! É pêta Albert
Einstein.

Deus quer ver a matéria ganhar massa?
Deus quer resposta?

E se Deus nunca tivesse nascido!
Existiram cientistas?
Existiriam homens mortais que se dizem Deus imortal em "partículas"?
Existiria o homem-grã-nada
além do frontispício do hospício?

Lá no horizonte do evento,
de onde não é possível retorno,
diz o que você faria se em vez du big bang o mundo acabasse no big crunch do burado negro, e o engolisse?
Rogaria remissão a Deus, ou oscularia a mão do cientista!



 
23/01/2009 18:39:10 :: ALEXANDRE BRUSSOLO


Mistura de Arte   

Introdução


      Estava num restaurante e de minha mesa contemplava três quadros belíssimos, que infelizmente não pude levar para casa.    De repente me bateu algo na mente, se não podia levá-los, levaria ao menos uma lembrança e logo veio em minha mente frases que se encaixavam perfeitamente com as pinturas.Coloco as frases abaixo, mas antes de cada uma faço uma descrição para dar ao leitor, uma idéia destes quadros e como relacionei às frases ou vice-versa.

Quadro 1

Um corredor se forma com um rio de águas limpas, resguardado em ambos os lados por fileiras de chorões. Seus galhos floridos e compridos quase tocam as águas se unindo com a imagem refletida no espelho fluvial.

Frase do Quadro 1

Na grande paisagem o chorão enche o rio dos sonhos com as lágrimas da    esperança.

Quadro 2

Era um vilarejo com ruas ainda no barro, casas simples de aspecto humilde. Percebe-se pelo reboco e pela
aparência de serem casas antigas. Há poucos moradores pelas ruas e por suas vestimentas nos certificamos
que se trata de um peque-no vilarejo conservado nas estruturas do passado. Por trás de um muro vemos o
mar e alguns barcos a vela transitando. Aí percebemos o contraste do antigo com o belo, da simplicidade
com a sofisticação da bela natureza.

Frase do Quadro 2

Cidade simples com pessoas humildes e a riqueza em suas vistas.

Quadro 3

Parece uma montagem fotográfica, me lembro vagamente dos detalhes, mas o principal, e talvez a intenção
do artista fosse esta , ficou em minha mente. O rosto de uma mulher em toda sua beleza, nítida em seus
detalhes, transparecia por trás de uma rosa, que encobria parte dele, como um véu que encobre mas não
esconde.

Frase do Quadro 3

Rosa e mulher se misturam, comparáveis em forma e beleza.

      Assim se faz a mistura das artes, literatura e pintura, a fusão perfeita de duas artes visuais.



Alexandre Brussolo (19/08/1997)


 
23/01/2009 11:31:12 :: ALEXANDRE BRUSSOLO


Tietê

Corre o rio já desfalecido
ele que é um gigante imenso
a percorrer um caminho já perdido
que para nós é muito extenso.

Não te cansas jamais
gigante de águas sujas e danificadas
que o homem também foi capaz
de transformá-lo em rio de águas estragadas.

Em seu ventre já não carregas a vida
que tempos atrás o tornava tão bonito,
rio que a esperança tens perdida.

Tu és um rio cheio de lamúria
a correr pelo infinito
de um mundo repleto de luxúria.



Alexandre Brussolo (13/02/1991)


TEXTO: 30
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.