Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
05/03/2009 07:41:53 :: FÁTIMA ABREU
COM O AZUL, PINTO O MEU MAR
E TAMBÉM O CÉU
COM VIOLETA, PINTO FLORES
ILUMINANDO O PAPEL...
COM O LARANJA, PINTO O SOL
COM O VERDE, AS MATAS DO MEU PAÍS
NÃO POSSO ESQUECER DO AMARELO
QUE FAZ DO OURO, MUITO BELO!
SEM FALAR NO VERMELHO,
A COR DA PAIXÃO
DESSA COR SOU MOVIDA
DENTRO DO CORAÇÃO!
MINHA AQUARELA
TAMBÉM TEM COR DE ROSA
PARA LEMBRAR DE DIAS BONS
DIAS, EM QUE AMANHECER
COM VOCÊ
ERA MEU MAIOR PRAZER!
TENHO O BRANCO, TAMBÉM POR AQUI
PARA LEVAR A PAZ
A QUEM QUEIRA ME OUVIR...
EM MINHA AQUARELA
SÓ NÃO ENTRA CORES ESCURAS:
PRETO, MARROM, CINZA...
POIS MINHA VIDA É BEM CLARA
DE CORES VIVAS, ENFEITADA
QUERO MINHA AQUARELA, SEMPRE ASSIM:
VIVA, ILUMINADA...
PARA POR VOCÊ, SER AMADA!



 
05/03/2009 07:29:48 :: AMÁLIA LOPES
PAIXÃO e TANGO

Palavra
Emoção
Delirio
As luzes iluminam a minha pele sedenta
Observo pontos miudinhos
É o brilho das estrelas
E
Cada farrapo orvalhado
São feitos de lágrimas duma renda tecida
De injustiças
De palavras fechadas
Ocas
Frias
Ventilando solidão.
Palavras
Beijos
Mãos aquecidas
Devoradas e famintas.
Entre afagos e carinhos
Há sentimentos na intimidade
E
Nas metáforas do prazer.
Fico amarrotada com a alma assustada e confusa
Em labirintos percorridos
Dia e noite sem te encontrar.
Tu és a pele que visto na minha alma
e
neste jardim
Aquecido da minha poesia.
.........serás sempre o tango da rosa e a
Violeta da minha esperança...


Amalia LOPES
Outº numa noite 2008
 
05/03/2009 06:49:13 :: FÁTIMA ABREU


Caiu a máscara


Do mascarado


Que há dias não aparecia


MÁSCARA TRANSPARENTE


Quem olha percebe


O que lhe vai na mente...


O mascarado se escondeu no Carnaval


Mas deixou traços


Do seu descaso


Máscara, caída no Carnaval


Ironia...


Para que tanto rodeio,


Se era mais fácil


Dizer a que veio?


O mascarado agora sente remorso


De ter deixado a colombina sozinha


A máscara caiu


A dor sentiu...


Não há volta


Quando o vento se revolta...


Sou movida pelo vento


Será esse meu veredito:


Não, não e não!


De promessas vãs


Não me consumo mais


Tenho outros que me amam


Não te preciso mais...


Vai, mascarado de Resende!


Máscara transparente...


Cumpre teu destino


Eu, sigo o meu...


Tenho quem me acalentar


E você, terá?




FÁTIMA ABREU
 
05/03/2009 01:18:48 :: SANDRA MELLO-flor
Me faz um poema para mim!
Coloca nele uma lua cheia, um mar sereno.
Um barquinho pequeno    uma gaivota
Me    faz um poema para mim!
Coloca nele um céu de estrelas e estrelas na arreia
Desenha    um coração na areia molhada
Coloca nele o meu nome e o teu
Me    faz um poema para mim!
Coloca nele o cheiro do orvalho
O bater de assas de uma borboleta
O perfume do canto de um passarinho
Me faz um poema para mim!
Coloca nele a melodia do teu coração
E uma bailarina a dançar na chuva
Me faz um poema para mim!
Coloca nele uma flor e um vento morno
O amanhecer do dia num infinito azul de céu
Me faz um poema para mim!
Onde tu me beijes onde tu me olhes apaixonado
Que nele tu me digas
Que sou o teu grande amor
Me faz um poema para mim!
E me diz
Eu te amo
 
04/03/2009 22:40:54 :: FER FONTES(Cöllyßry)



Tempo está sem tempo,
Despacha-te…

Se não podes correr, caminha…

Mas jamais pares.

No dobrar da esquina avistarás a
Meta da tua realização…


                           ***


"Alimentas o corpo para o Hoje...
Alimentas o Espírito para a Eternidade..."
 
04/03/2009 22:16:12 :: DELASNIEVE DASPET


Chorar

  

Delasnieve Daspet



  

É tanto sentimento alojado

no meu íntimo

que ao abrir as comportas da opressão

sempre choro.

  

Choro por estar feliz.

Choro de tristeza.

Choro por sorrir.

Choro - com lágrimas que

lavam a alma.

  

Na vitória. Na derrota.

Na emoção. Na satisfação.No prazer.

São lágrimas de conquista.

De reconhecimento. De consolo.

Da satisfação de um sonho realizado.

Lágrimas de recompensa

de longas noites de vigília e espera.

  

Choro por orgulho de saber chorar.

Lágrimas que lavam

uma dor incomensurável

que saem de uma alma ferida.

Choro a saudade

na sinceridade do afeto.

  

Não quero chorar o desespero

da imprudência ou da incapacidade.

Não quero chorar a intolerância.

Não quero chorar o desamor.

Não quero chorar a    falta de

caridade e nem de remorsos.

  

Estas são lágrimas que não aliviam.

Quando chorar, quero a alegria    da paz.

Devagar vou conhecendo

A força e a beleza no silêncio do chorar!

 
04/03/2009 18:11:50 :: FER FONTES(Cöllyßry)



"Não creiam em tudo que os vossos olhos vêem


…Eles também sofrem das imperfeições da carne…"



 
04/03/2009 13:33:47 :: CRISTINA FIGUEIRA


MUITO PRAZER,SOU MULHER! (A TODAS AS MULHERES)


SOU A ESPINHA DORSAL.
BEM AMADA OU MAL AMADA
RESPEITADA OU AVILTADA
PELOS VERSOS DECANTADA
PELA VIDA DEFLORADA
PELO AMOR DECAPITADA.


SOU O VENTRE QUE DÁ LUZ
SOU RAINHA OU BORRALHEIRA
SOU CRIANÇA, SOU ARQUEIRA
PELOS SONHOS SOU NUTRIDA
SOU ANJO OU FEITICEIRA,
DONA, SENHORA OU MALDITA.


SOU FRÁGIL, ALMA E FÉ
SOU FORÇA, CABEÇA E CORAGEM
SOU ÁGUIA, SERPENTE, RAPOSA
SOU FRUTO DOCE DO PÉ.


SOU A SUA POESIA,
SOU A SUA RENDIÇÃO,
SOU BRILHO DO FIRMAMENTO
SOU O CALO CRAVADO NA MÃO.


EU SOU, TU ÉS, ELA É
A ROSA, O ESPINHO, O CAULE
A VOZ ALTIVA GUERREIRA:
- MUITO PRAZER, SOU MULHER!



CRIS FIGUEIRA*

04/03/09
 
03/03/2009 20:49:51 :: SONINHA POETISA


NOSSAS FANTASIAS


Quero você agora!
Quero sentir seus braços me apertando... E te beijar...
Juntos com gestos sincronizados faremos amor...
Em minha cama com lençóis de cetim...
Eu te espero... Você com aquela roupa que eu amo...

Eu com aquela langerie que você me deu de presente...
Eu vou te devorando... Você beija meu pescoço e morde minha nuca...
Quero deixá-lo louco... Sentir suas mãos tocando meu corpo...
E ser sua mulher... Sei que isso não passa de fantasias...
Mas vamos aproveitar... E nos entregar por inteiro...

E com gestos sensuais... Quero dançar pra você...
Acariciar seu corpo quente... Eu totalmente seduzida por você...
Sentir teu gosto... Morder sua boca...
E buscar em seu corpo... Todo este desejo...
E satisfazer todas nossas fantasias...
Mesmo que seja, só uma vez...

Autora Sonia Dias Freitas


Soninha Poetisa
 
03/03/2009 16:36:50 :: INOEMA NUNES JAHNKE


Meus beijos

Deixe-me te dar
Os beijos que em minha boca
Guardei pra te entregar,
Adoçados com amor,
Apimentado com a paixão,
Úmidos com o desejo,
Deixe-me te dar meus beijos.

Mas meu amor te digo ainda...
Em minha boca repousa escondido
Um doce veneno...
Que só teu meu moreno.

Inoema Nunes jahnke.
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.