Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
02/10/2012 11:43:55 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
A DOR DA PERDA

Num dos quartos do Pronto Atendimento
Adentra a mãe com a filha prematura,
Não desfeito o rigor da noite escura
E o galo nem cantava no momento...

Nenhum repórter dava cobertura:
Era só mais um rotineiro evento.
Logo o médico atesta o passamento
E manda agilizar a sepultura...

Quem visse a mãe naquele instante exato,
Saberia que a dor, no anonimato,
É um monstro de poder descomunal

Que asfixia o grito na garganta
E do olhar o estupor mais agiganta,
Como se dela fosse o funeral!
 
28/09/2012 11:17:56 :: THALLES CAKAN


O coração pode derreter lágrimas
Ama-se tanto
Que desprendem certas emoções
Inconfundíveis em nossos pensamentos
Ter voce sim é o meu querer

A paixão não deve ser destruída
Nem compartilhada
Nem nada
A paixão sua função
É chegar ao ápice do reduto aonde manda nossos sentimentos

Um amor só é válido
Quando pensamentos fluem na mesma intensidade,que proporciona
O desprendimento necessário para que fique consolidado
Eu e você,inseparáveis no amor
Inseparáveis no destino
Inseparáveis no desejo
Inseparáveis no coração
Inseparáveis sempre
Porque a beleza de um amor não se destrói tão facilmente!
 
21/09/2012 17:24:00 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
RETICÊNCIAS

A mídia cultiva o trigo da elite em separado...

O povo é ingrediente de pão: manipulado...

Eu sou um desses pãezinhos a rogo...

Logo...
 
16/09/2012 10:40:41 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
Tua beleza

Tua beleza prescinde de palavras
por ser profunda.

As coisas profundas sobressaem-se no silêncio.

Vêm da alma...

Por isso,

Manifesta-se no teu sorriso
para confirmar-se no teu olhar!
 
14/09/2012 21:16:44 :: CINÉZIA
Querido Cláudio,
Quando poderei publicar meus textos?
 
06/09/2012 04:34:01 :: ROBERTO JUN

               Ex-boêmio
  

   Quis ter no mundo vida boa,
   Empanturrar-me de delícias.
   Viver de brisa, andar à toa:
   Entregando-me às carícias.

   Era ingênuo, sem malícias,
   Não queria ser rei, nem ter coroa.
   Dormia na chuva, ou na garoa
   E acordava com as patrícias.

   Não via o tempo que corria,
   Não via a noite, nem o dia;
   Não me apegava ao relicário.

   Hoje me lembro do passado,
   Ando apoiado num cajado;
   Sem ver a luz do lupanário!...

 
05/09/2012 13:28:19 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA


O que disse a estrela ao mar?
Daqui não se fez ouvir,
Mas a onda, ao se afastar,
Parecia não voltar,
Mais e mais queria ir...

E o que lhe falou a lua?
Ah, desta pude ouvir bem.
Disse-lhe que estava nua
E que era toda sua
E que o via nu também!

E o que o mar lhe respondeu?
Que ela estava refletida
Na fímbria do manto seu,
Pois, desde que anoiteceu,
Foi por ele possuída...
 
04/09/2012 20:38:03 :: THARLEY A FALCAO


O poeta!


Não sou poeta porque aprendi a amar, não sou cantor porque não sei cantar, escolhi ser escritor porque posso na ponta de um lápis histórias contar.

Escrevo a vida temperada com ilusão, recito parágrafos que você não teve coragem de expressar, com uma simples palavra posso fazer você sorrir ou chorar.

Um dia escreverei uma pagina de sua vida, seja ela feliz ou triste, você mudará totalmente o seu conceito de leitura, descobrirá que alguém entende você, desvendara o sentido da palavra viver.

Tharley Antunes Falcao este é o meu nome sera um prazer te conhecer!
 
04/09/2012 00:45:35 :: ROSALINA HERAI
Cai a chuva escrevendo letras nos mares
Um relatório, uma carta... O presente e o futuro
Letras que os homens não entendem
Apenas as pequenas gotículas que caem de seus olhos

O que essas águas dizem qual sua tradução
As areias correm para pegá-las dos mares
Entesouram-nas como o tesouro mais querido
Até mesmo a luz do sol e do luar nelas pousa

Olhos e mãos que se encontram sobre os diários
Um sorriso no horizonte todo azul claro
As noites cobrem-se de estrelas a imitarem as letras
Bússolas jogadas para os homens que dormem

Deus semeia estrelas no céu como se fossem os jardins florindo
Os mares conversam com os brilhantes jogados acima de suas cabeças
O tempo revela o sorriso do sol refletido nas águas
As letras são marcadas nas areias gravadas em vários tempos

Dorme ingênuo homem em sua figura de rei, seu reino esta sendo transformado
O que ele pode fazer além de confiar nas rotas das estrelas


Rosalina Herai
 
29/08/2012 15:53:24 :: MARLENE B. CERVIGLIERI
Prezados senhores dirigentes do Site!

Fazia tempo que não percorria o site, e que surpresa quanta coisa nova e boa!
Meus para´bens, as novidades foram muitas e me pegaram de surpresa.
Só tenho um pedido, que tal alguma partezinha para as crianças?
Com poesias infantis, historinhas parlendas.
Tenho certeza que as professoras iriam adorar.
Ai fica uma sugestão.
Obrigada.
Marlene
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.