Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
16/10/2012 09:46:37 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
A verdade
do verdadeiro amor
não se vê,
se sente.

Eis o verdadeiro amor:
o que não parece sê-lo...
 
15/10/2012 23:07:44 :: Álvaro Sales


SAÚDE APÓS A MORTE


Doença é um tormento
Que surge de um dado momento
Em que a Saúde já não é opção
A vida já não é tão limpa,
A pele já não é tão viva
E envelhecer é mais do que obrigação

As rugas surgem do nada
Os cabelos brancos também
O coração ama mais do que bate
E o cérebro empaca, rebate e se faz de refém
Os olhos só funcionam com lente de grau
E a alimentação livre de açúcar, gordura e sal.

Mas é aí que o enigma se torna solução
Envelhecer é necessário, inevitável
Pois o Carpe Diem da vida foi incontável
e a experiência incontável também
E quando os olhos se fecham no escuro
Os ouvidos escutam um longe murmúrio
Dizendo: eu amo você, com saúde ou não!

E é aí que a vida se faz de lembrança
E a mente, relembra, chora, desmente
O que antes era pura imaginação
Torna-se a mais pura perseverança
Então nos olhos a lágrima escorre
E a vida saudável, e a morte saudável não morrem!!!
Mesmo que    a consciência da mente se apague
A alma que um dia afagou    criação
Vive saudavelmente
Pra sempre
Em outro coração.
 
10/10/2012 12:45:54 :: HYRTON




“SABES QUEM SOU?”

Na solidão, te acompanho.
Na tristeza, te acalento.
Quando você cai, te apanho.
Quando você precisa, estou perto.

Nas trevas, sou a luz.
Nas dificuldades, a ajuda.
Nas incertezas, sou quem conduz.
Nas doenças, sou quem cuida.

Nas dúvidas, sou quem esclarece.
Nas A l e g r i a s, nem sempre sou o motivo.
Quando peço, nem sempre me obedeces.
Mas com certeza, sempre estou contigo.

Faço tudo e você não vê,
Quero te agradar e você nem percebe
Quanto mais luto por você
Mais você me esquece.

Mas estarei sempre por perto
Em todos momentos seus.
Pois, sou...Teu DEUS.

IVSON NEVES
28/05/98

http://www.facebook.com/hyrton.neves
 
02/10/2012 11:43:55 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
A DOR DA PERDA

Num dos quartos do Pronto Atendimento
Adentra a mãe com a filha prematura,
Não desfeito o rigor da noite escura
E o galo nem cantava no momento...

Nenhum repórter dava cobertura:
Era só mais um rotineiro evento.
Logo o médico atesta o passamento
E manda agilizar a sepultura...

Quem visse a mãe naquele instante exato,
Saberia que a dor, no anonimato,
É um monstro de poder descomunal

Que asfixia o grito na garganta
E do olhar o estupor mais agiganta,
Como se dela fosse o funeral!
 
28/09/2012 11:17:56 :: THALLES CAKAN


O coração pode derreter lágrimas
Ama-se tanto
Que desprendem certas emoções
Inconfundíveis em nossos pensamentos
Ter voce sim é o meu querer

A paixão não deve ser destruída
Nem compartilhada
Nem nada
A paixão sua função
É chegar ao ápice do reduto aonde manda nossos sentimentos

Um amor só é válido
Quando pensamentos fluem na mesma intensidade,que proporciona
O desprendimento necessário para que fique consolidado
Eu e você,inseparáveis no amor
Inseparáveis no destino
Inseparáveis no desejo
Inseparáveis no coração
Inseparáveis sempre
Porque a beleza de um amor não se destrói tão facilmente!
 
21/09/2012 17:24:00 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
RETICÊNCIAS

A mídia cultiva o trigo da elite em separado...

O povo é ingrediente de pão: manipulado...

Eu sou um desses pãezinhos a rogo...

Logo...
 
16/09/2012 10:40:41 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
Tua beleza

Tua beleza prescinde de palavras
por ser profunda.

As coisas profundas sobressaem-se no silêncio.

Vêm da alma...

Por isso,

Manifesta-se no teu sorriso
para confirmar-se no teu olhar!
 
14/09/2012 21:16:44 :: CINÉZIA
Querido Cláudio,
Quando poderei publicar meus textos?
 
06/09/2012 04:34:01 :: ROBERTO JUN

               Ex-boêmio
  

   Quis ter no mundo vida boa,
   Empanturrar-me de delícias.
   Viver de brisa, andar à toa:
   Entregando-me às carícias.

   Era ingênuo, sem malícias,
   Não queria ser rei, nem ter coroa.
   Dormia na chuva, ou na garoa
   E acordava com as patrícias.

   Não via o tempo que corria,
   Não via a noite, nem o dia;
   Não me apegava ao relicário.

   Hoje me lembro do passado,
   Ando apoiado num cajado;
   Sem ver a luz do lupanário!...

 
05/09/2012 13:28:19 :: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA


O que disse a estrela ao mar?
Daqui não se fez ouvir,
Mas a onda, ao se afastar,
Parecia não voltar,
Mais e mais queria ir...

E o que lhe falou a lua?
Ah, desta pude ouvir bem.
Disse-lhe que estava nua
E que era toda sua
E que o via nu também!

E o que o mar lhe respondeu?
Que ela estava refletida
Na fímbria do manto seu,
Pois, desde que anoiteceu,
Foi por ele possuída...
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.