Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
24/09/2009 01:49:20 :: GORETTI ALBUQUERQUE


Bicho homem mata e come???

Nasceu frágil na dor chora a falta de amor
Sempre conta com a sorte em batalhas de morte
Condições lhe impuseram sempre forte o quiseram
Demonstrar asperezas superando fraquezas.

Não é assim o homem enfim;
De alma nobre a lágrima encobre
Varão de guerra seu mundo encerra
Morrendo em dor tem que se impor.

De olhar profundo perdeu seu mundo
Tiram-lhe o solo negam-lhe um colo
Mata o dragão monta um padrão
Riso criança só na lembrança.

Desvirginando entranhas em doces façanhas
Em seu coração transborda emoção
Provedor do lar luz de um caminhar
E a mulher acalma seduzindo a alma.

Bicho homem mata e come!!!
Quando em seus braços com fortes abraços
Mata em atração na louca paixão
Delira a amada de fenda alvejada.

Não... Censure
Se procure!!!

Goretti Albuquerque.

 
23/09/2009 22:18:26 :: RAFAEL MATOS


# Mundo irracional (soneto - social)

Mundo desigual e injusto.
Mundo onde se coloca o dinheiro acima de tudo.
Não importando o meio ambiente,
Não importando a credibilidade de uma pessoa
E até a vida humana.

Mundo onde ainda se vê seres humanos
sendo explorados covardemente,
principalmente crianças.

Que tem seus sonhos amputados
em todos os momentos da sua vida.
amputados, porque são obrigadas a trabalhar exaustivamente
em algo que não as levará a lugar algum senão a morte.

É a miséria a razão que leva a sujeição.
Em que se transformou o mundo?
O que seremos obrigados a assistir daqui para a frente?
 
22/09/2009 15:22:41 :: GLÓRIA SALLES


“Assumindo que ainda sou tua”

É bem verdade que ainda te sinto na pele
Nas brumas, tua lembrança não se ocultou
Porque o corpo pede o que a mente sugere
Cultivar a semente que esse amor germinou

Não nego, quero sua saliva no sabor da minha
Os desejos na superfície do abraço, acordados
Nossos pormenores que ninguém esquadrinha
Infatigavelmente, quero os sabores misturados

Assumo, ainda me surpreendo ofertando beijos
E o calor das tuas mãos, queimando-me a alma
Num percurso louco, que devora-me a calma...

Confesso, quero outra vez a chama dos desejos
Sentir tua fome, quando em puro abandono...
Sem tirar o olhar do meu, da minha boca é dono.

Glória Salles
07 dezembro 2008
19:49hrs
 
22/09/2009 13:56:26 :: Fe Ribeiro

ANJO LATINO

Como falar de um anjo...
Que vem alegrar nossos dias...
Com seus textos alucinantes, só nos trazem alegrias...
Aqui já é bem conhecido...
Nosso anjo e escritor...
Das suas mãos saem poesias e muitos versos de amor.
É preciso em suas palavras, e nelas há coesão...
É difícil não dedicar nossa completa atenção...

Já li muitos de seus textos e por eles me apaixonei...
Agradeço as boas vindas       de você quando cheguei...
Amável e gentil cavalheiro...Atencioso com a dama...
Segui feliz tua jornada, que para mim é bem vista...
Como é bom perder o tempo com palavras bem escritas.


Fe ribeiro

Uma pequena e humilde homenagem a um amigo, mas que foi feita de coração.


 
22/09/2009 13:42:21 :: Fe Ribeiro


Camisinha

Se você usa camisinha já lhe dou meus parabéns...
Já usei a de morango e confesso que gostei...
Existem outros aromas, cada um melhor que o outro...
Experimenta você também que vais ver que é mais gostoso...
Não tenha medo de usar, ela não tem contra indicação...
É melhor fazer sexo seguro, além de nos dar satisfação...
A de chocolate nem te conto é melhor você usar, só não usa a de menta, pois você não vai gostar.
A camisinha nos protege e nos deixa mais soltos... Experimenta usar!
Vai ser muito mais prazeroso...
Com ela estamos livres para fazer o que bem quiser...
Faça sexo seguro, de preferência com sua mulher...
Esse é o meu recado...Que tive o prazer de lhes relatar...
Eu me amo e me cuido, e gosto de usar.
 
21/09/2009 15:44:17 :: LUCETTE MORAIS
- PARTICIPE DA HORA DE ACORDAR GLOBAL!!!

O Centro de Qualidade de Vida – Lumigitus está apoiando a iniciativa da Avaaz.org, uma organização independente sem fins lucrativos que visa garantir a representação dos valores da sociedade civil global na política internacional em questões que vão desde o aquecimento global.

No dia 21/09/2009 milhares de mobilizações acontecerão em lugares públicos no mundo todo chamando a atenção para a má vontade dos nossos governantes em assinar um tratado climático para conter o aquecimento global.

Milhares de eventos simultâneos irão ajudar a ganhar a atenção da mídia internacional e governos do mundo todo. Nossos parceiros da Campanha Tic Tac Tic Tac estarão colaborando, são dezenas de grupos no mundo todo ajudando a organizar eventos para a Hora de Acordar no mesmo dia.

Haverá desde mostras de filmes até danças e fotografias aéreas. Mas o mais importante é a mobilização de pessoas comuns... portanto se você quer participar dos eventos do    dia 21 de setembro diga-nos no site www.akademiadamente.com :

Qual destas frases você gostaria de enviar aos chefes de estado e à mídia presentes na Assembléia Geral da ONU de Copenhague em dezembro de 2009 – último prazo para a assinatura do tratado climático ?

(1)       O coração do planeta bate, e o seu ?
(2)       Acorde para o acordo!
(3)       ProgrEsso = economia x (ecologia) ²
(4)       Última chamada: Acorde!
(5)       A vida no planeta depende de sua atitude!
 
21/09/2009 11:55:20 :: GLÓRIA SALLES


"Sob teu olhar"

Ao desnudar-me assim
Sob teu olhar mavioso
Entre sonho e realidade
O coração oscilante
Meu corpo só quer sentir
Todo o encanto e magia
Dos teus dedos famintos
Desenhando minha anatomia
Quero a boca ávida e sedenta
Roubando todo meu ar
Matando esse desejo absurdo
E do teu corpo me fartar
Te sentir aconchegado
Nos recônditos de mim
Ora com fúria alucinada
Ora lânguido e doce
É isso que me alucina
Esse teu jeito de amar
Deixando meu corpo em festa
Olhar preso em meu olhar.
E aquele vestido vermelho
Por você tirado com ardor
Num canto qualquer deixado
Única testemunha desse amor...


Glória Salles
 
21/09/2009 11:22:48 :: Abel Reginatto


Retoques

Deixei alguns pedaços de unha
no verde horrível da tua parede
pra não te arrancar a pele
pela sede de tua falta na cama,
pelo coma e o não coma do desejo;
pela lama nos teus olhos, no teu ar
e nos lindos tapetes do meu lar.

De nada adiantou esse estrago
nem o trago por quem não mudou.
Cansei desse fardo pesado,
mas não rasgarei minhas vestes;
na água quente da chaleira
molharei uns panos e sairei faceira
com outro esmalte e novos planos.
 
21/09/2009 00:01:02 :: THALYA SANTOS


MINHA SAUDADE EM CADA VERSO


QUE SAUDADE IMENSA
QUE SE ETERNIZA EM MINHA ALMA
UMA SAUDADES SEM NOME
SAUDADES QUE DOI COM CALMA.

SE EU PUDESSE VOLTAR O TEMPO
FICAR AO TEU LADO POR UM MOMENTO
TALVEZ PUDESSE ATENUAR A SAUDADE
ENTÃO...
SENTIR UMA INFINITA FELICIDADE.

TU FOI MEU REI, MEU HEROI
FOI MEU ANJO PROTETOR
ABRIU-ME NOVOS CAMINHOS
COBRIU MINHA VIDA DE AMOR

MAS A MORTE NÃO MARCA HORA
RECORDO NOSSA ÚLTIMA DESPEDIDA
O TRISTE DIA DE TUA PARTIDA
QUE NÃO SE PERDEU NO TEMPO
POIS...
GRAVOU-SE EM MEU PENSAMENTO.

ONDE TU ESTIVER...
NO CÉU NO UNIVERSO
RECEBA MEU ABRAÇO MUY ESPECIAL
MINHA SAUDADE EM CADA VERSO.
 
20/09/2009 19:01:32 :: MANOEL SERRÃO DA SILVEIRA LACERDA


POSTA-RESTANTE [III] - AS PALAVRAS ARDEM MAL [REVISITA+ação] - DO CEO [Chief Executive Officer] AO INFERNO - [SerrãoManoel]

Cali filo grama. "Cali" etimo fragma.
"Cali" etno nu anêmico sedento a fago.
Éter o anemo das gags, noso logo das claquers e das hostes.
O Sofo onoro hospede ibidem de Teo no cósmico.
O gene, o geo. A fono, a fos, a tanas...
O radical-grego que maceta os ossos.
O cin, o iso, o miso, o carcinoma na testa do mito CEO [Chief Executive Officer].
Homens... apenas homens...
Não ícone necro objeto do ofício!
"Há um mundo lá fora... vidas...
Bocas de comer com os olhos..."

Meu caro poeta Manoel Serrão.

Há muito venho ensaiando um estudo mais aprofundado da sua poética, do qual sou pleno admirador. Contudo, as "agruras" do dia-adia ainda não mo permitiram, como não mo permitem atualmente, partir para essa empresa...
Sendo assim, resta-me, aos pouquinhos, ir transmitindo minha admiração pela sua pena mestra... Pena de quem tem no Surrealismo ultra-pós-moderno, o verso exato... livre... ferino e felino... cruel e doce como os deuses olímpicos duma Ítaca que - ocorre-me dizer - só os nossos olhos veem.

Recebe meu fraternal abraço.
João Batista do Lago
 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.