Espaço Literário

O Melhor da Web

 


Sua contribuição é muito importante!
Peço que as poesias tenham a autorização e/ou respeite o crédito do autor.

Se algum texto violar essa regra ou se o autor pedir para retirar, este será deletado de nosso banco de dados.
Qualquer abuso favor entrar em contato e comunicar o fato.
Desde já agradeço!
Cláudio Joaquim


Principal >> Mural INCLUIR TEXTO NO MURAL
30/09/2009 09:01:44 :: GORETTI ALBUQUERQUE


Noite sem brilho... Tal meu Exílio.



Noite Sombria trás agonia
Guris brincando, nos alegrando
Mulher sorria em harmonia
Jovens se amando, vão se aninhando.

Dias sem brilho, tal meu exílio
Manhãs vazias, sem fantasias
Pedinte clama, por seu auxílio
Radinho mudo, sem sintonia.

Homem do campo planta o seu canto
Doce é aurora, de quem namora
Luar cinzento, de puro pranto
Criança chora me vou embora.

Pardais na fresta fazem seus ninhos
Galo cantando vai me acordando
A fé do pobre move moinhos
Lá na capela o Padre rezando.

Já cai a tarde, o sol vai indo
Passos levando o pó da estrada
Pasto verdinho, gado mugindo
A Mãe correndo, sempre agitada.

Pratos na mesa, comida fria
Faltaram todos, mesa vazia
Chove lá fora, no fim do dia
Marido grita, por sua Maria.

O cão tristonho busca o seu dono
Ao fim da tarde descansa a mente
Criança e velho, no abandono
Só Deus é vida... Eternamente.


A casa velha traz as lembranças
Madrinha Rosa, o algodão fia
Meus olhos negros guardam esperanças
Ao som do Coro da Ave Maria!

Goretti Albuquerque.
 
29/09/2009 20:03:01 :: ELMIRA NUNES


LABIRINTO
Perdi-me por caminhos de sofrimento,
quando vislumbrei o lado humano
do anjo de luz que me guiava.
Agora, corro pelas veias do tempo,
com destino certo à procura do    coração.
Embora viajante desse túnel forjado em dor,
vejo afinal a luz ou a imagino,
e em completo desequilíbrio tento alcançá-la.
 
29/09/2009 15:16:24 :: GORETTI ALBUQUERQUE
Seu Comentário.

Mosaicos deixados
Bem fragmentados
Deixas ressaltadas
Por mentes amadas;
Lágrima amparada
Doçura expressada.

Emoção tão linda
Candura infinda
No mural expresso
Brilha um universo
Lendo um comentário
Chora o imaginário.

Parte do meu ser
Ama o seu dizer;
Poeta que em luz
Compondo conduz
Somos sempre “Um”
De forma incomum.

Dispondo das vestes
Moldando as enquetes
Flutuando vais
Em mar de corais
Sorri na beleza
Mundo em realeza!

Poeta que é vida
Tens viver de lida
Desvenda o infinito
Hás de ser bendito!
Poemas são Feitos,
Dos loucos “Conceitos!”

Goretti Albuquerque.
 
26/09/2009 07:12:35 :: MPIOSSO - YE- KONGO


OLA!

ESCREVO PARA QUE ME AJUDES A RECOLHER LIVROS USADOS E NOVOS PARA UM PROJECTO DE BIBLIOTECA MÓVEL A FAVOR DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM POUCOS RECURSOS FINANCEIROS E MUITO DELES FORA DO SISTEMA DE ENSINO EM ANGOLA/AFRICA.

NOSSOS AMIGOS EX-RICARDO E GERADOLFF ESTÃO NOS AJUDANDO NA RECOLHA AI EM PORTUGAL, ESPERO PODER CONTAR COM A TUA AJUDA.
AI VÃO OS CONTACTOS PARA AJUDA:

Ricardo Teixeira ou Filipe Melo
Rua do Almada,254 - 2º - Sala 23
4050-032
Porto
Portugal.

Diocese de Mbanza Kongo.
Paróquia Coração Imaculado de Maria
Kikudo-Soyo
Angola - Africa
A/c, Emidio Nkai Joao Pedro
Tel. (244) 913060511
Email: Emidiopedro2008@hotmail.com

CONTO CONTIGO E UM GRANDE ABRAÇO.
 
26/09/2009 02:52:07 :: Abel Reginatto


CLIC

Sabe?
Há três anos,
estive pensando
nos meus planos,
na minha vida,
no meu querer.
Sem uma mulher
não consigo viver.
Mas não adianta
ser apenas uma mulher
nem precisa ser santa,
tem que ser a certa.
Não quero aquela
ou aquela outra,
nem se é feia ou bela.
Já tive muitas,
após a separação
e incursionei à louca,
a pedido do coração,
como o sangue
ou um ônibus circular,
na rotina desse roteiro
a volta ao mesmo lugar.
Cansei desse percurso,
chega de amargura.
Quero amor, quero amar
e uma vida segura.
Há três minutos
estive pensando
o que sempre pensei:
A mulher certa é você
e por isso telefonei,
para poder abrir
meus desejos retidos
antes que o desespero
me consuma os sentidos.
Reconheço sua escolha,
preferência e prazer,
mas sou um guerreiro
e lutarei para vencer,
custe o que custar.
E se tudo der em nada
me contentarei em dividir
seu amor com sua namorada!
Tu-tu-tu-tu...
 
25/09/2009 18:36:18 :: CARLOS MAGNO LEVITA-YERUDIKTUS
Nós...
Todos nós, somos o fruto de um amanhecer feito sonho...
Nós, Todos nós, queremos de uma certa forma,fazer sucumbir...
as mazelas do mundo..."
Nós,
Todos nós,
percebemos, cantamos, gritamos e até,
Choramos, em algum    lugar do,    amanhecer...
este, que nasce junto com as incertezas guardadas nas bagagems da
esperança...De que um dia, este cáos, que os Gênios insistem em superviosionar, se calará, no mais profundo silêncio,
que o rumor de uma Explêndida
               FELICIDADE
acontecerá por,
Nascer.....
 
25/09/2009 13:29:27 :: Fe Ribeiro


Uma taça de vinho, um beijo e muito amor.

No aconchego dos teus braços encontrei segurança...
No teu corpo viajei, sem refletir...
No ritmo da dança deslizei ao paraíso e no mesmo ritmo, fizemos amor!
A taça caiu misturando o vinho às flores vermelhas caídas ao chão...Embriagada de amor sorri, como uma inocente menina.Por um momento ficamos deitados em frente à lareira, calados, estáticos de tanto amor, e me pus a pensar, como pode alguém ser tão feliz, com tão pouco!Bastou-me uma taça de vinho e um beijo para ter momentos inesquecíveis de amor...E ali ficamos, até que novamente nossos corpos se encontraram, para mergulharem na mais profunda ternura

 
25/09/2009 13:25:07 :: Fe Ribeiro


Botão de rosa pureza em flor


Corpo fechado...Revela pureza.
De linda beleza...Tem ela.
Macio e perfumado...É seu corpo.
Criado pela natureza...

Quero abri-lo para o seu despertar...
Mas tudo tem seu tempo...
Preciso esperar...
Pequeno botão...De rosa.
Que inveja tu causa...

As flores tão belas desse jardim...
Corpo macio e       rosado...
De tantas camadas se encobre...
Despertando a curiosidade...
De uma rosa envelhecida...
Que um dia foi menina como você.

Lentamente se abre, para descobrir o novo mundo...
Olhares atentos...Expectativas sem fim.
Para o despertar da mocinha...
A mais bela rosa...Como poucas que já vi.
 
25/09/2009 12:43:09 :: GLÓRIA SALLES


“Página branca”

Meu coração se apressa em te lembrar
No raro encanto que teu olhar encerra
O calor do teu afago a me queimar
Restringindo a tortura dessa espera

Deusa de tuas noites, apenas quero
Enlanguescer perdida no teu abraço
Aspirar todo encanto, que com esmero
Ofereces no aconchego do teu regaço

Vem, leva o inverno que em mim mora
Quando da tua ausência, farta me vejo
Traz teu olhar, que meus sentidos aflora
Entontece-me com a fúria do teu desejo

Toma meus sonhos nos lençóis de cetim
Sou tua página branca, rabisca em mim

Glória Salles
 
24/09/2009 01:49:20 :: GORETTI ALBUQUERQUE


Bicho homem mata e come???

Nasceu frágil na dor chora a falta de amor
Sempre conta com a sorte em batalhas de morte
Condições lhe impuseram sempre forte o quiseram
Demonstrar asperezas superando fraquezas.

Não é assim o homem enfim;
De alma nobre a lágrima encobre
Varão de guerra seu mundo encerra
Morrendo em dor tem que se impor.

De olhar profundo perdeu seu mundo
Tiram-lhe o solo negam-lhe um colo
Mata o dragão monta um padrão
Riso criança só na lembrança.

Desvirginando entranhas em doces façanhas
Em seu coração transborda emoção
Provedor do lar luz de um caminhar
E a mulher acalma seduzindo a alma.

Bicho homem mata e come!!!
Quando em seus braços com fortes abraços
Mata em atração na louca paixão
Delira a amada de fenda alvejada.

Não... Censure
Se procure!!!

Goretti Albuquerque.

 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.